Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Projeto em Branco

Apaixonadas por tudo o que tenha a ver com casamentos, as Damas de Honor à Medida encontraram no Projeto em Branco um espaço para partilharem inspirações, ideias e muito mais mais para tornar teu casamento ainda mais especial!

Sex | 17.04.20

Covide-19: Devo adiar o casamento?

casamento, casar, quarentena, isolamento

Planeamos o casamento um ano inteiro ou mais, e quando chega a altura, é declarado o Estado de Emergência no país. Sabemos que é duro lidar com as emoções nessa altura, mas manter a calma para analisar os factos de forma objetiva é fundamental na tomada dessa decisão, afinal o que está em causa é a nossa saúde e a das pessoas que nos são mais próximas.

A Princesa Beatrice e o seu noivo Edoardo anunciaram no instagram @theroyalfamily que o banquete do casamento, a ter lugar no Palácio de Buckingham, em maio, será cancelado, e dará lugar a uma cerimónia privada.

princesa.JPG

A família real inglesa parece compreender os riscos associados a um evento de grandes dimensões, e isso fez-nos pensar.

Os casamentos marcados para o mês de março tiveram que ser cancelados em cima da hora, deixando muitos noivos desapontados, especialmente aqueles que perderam algum dinheiro gasto nos preparativos da festa.

E para quem tem o casamento marcado para os próximos meses do ano? Qual a melhor solução?

Abril e Maio: se tens um casamento marcado para este mês ou para o próximo, aconselhamos vivamente o adiamento. Apesar do estado de emergência ser levantado, possivelmente, no próximo mês, ainda não são aconselhados convívios sociais. Procurem renegociar com os fornecedores, sejam mais flexíveis, e optem por marcar para outro mês, talvez até num dia da semana, que são menos concorridos. 

Junho, Julho e Agosto: a época alta dos casamentos, por natureza, devido ao bom tempo, no entanto, tendo em conta as últimas recomendações da Organização Mundial de Saúde (OMS) e da Direção Geral da Saúde (DGS), são desaconselhados ajuntamentos públicos em locais fechados. Assim, a nossa sugestão é reduzir o número de convidados ao mínimo indispensável. Já pensou em fazer um micro wedding? Nós explicamos aqui neste post tudo o que precisa saber.

home-wedding-pilar-erik-foto-ana-junqueira-37.jpg

Caso já tenha enviado todos os convites, informe os seus convidados que devido a pandemia não será possível reunir todos os amigos e familiares e que, por isso, futuramente (talvez no 1.º ano de casamento) convidarão todos para um grande almoço ou jantar para comemorar a vossa união. Tendo em conta os últimos acontecimentos, a maioria dos convidados entenderá. Em relação aos fornecedores, explique que não se sentem confortáveis em expor os vossos entes queridos à um possível contágio e, por isso, decidiram reduzir o número de convidados de forma significativa.

Não se esqueça que também os fornecedores do casamento deixaram de ter trabalho durante o período da quarentena e, por isso, estão também vulneráveis finaceiramente, pelo que um acordo será a solução mais benéfica para ambas as partes.

Setembro, Outubro, Novembro e Dezembro: neste momento podemos especular que a situação da epidemia irá estar estabilizada até o final do ano, porém, não podemos ignorar a possibilidade de uma segunda leva do vírus. Por conseguinte, a nossa sugestão é que tente negociar com a Quinta e com os restantes fornecedores do casamento o mais rapidamente possível um plano de contingência.

Se não puder ou não quiser adiar o casamento, deverá informar-se junto dos fornecedores o que acontecerá com o sinal já pago e com a reserva caso seja inviável a realização do evento por questões de saúde pública. Os forncedores e os noivos deverão chegar a uma solução benéfica para ambas as partes.

cadeiras-noivos-casamento-na-fazenda-Jordana-e-Edu

 Se possível, adie o casamento até 2021;

Se não for possível adiar, opte por organizar a festa num local aberto: num jardim, num parque, num terraço ou na praia;

 Reduza o número de convidados, reuna no máixmo 20 familiares e amigos mais próximos, exceto se as autoridades competentes vierem a limitar o número de pessoas em ajuntamentos.

Lembre-se: mantenha a calma, procure chegar a um consenso com os fornecedores (eles também precisam dos clientes) e reduza o risco de transmissão do vírus.

vamos todos ficar bem, casar, covide

 

 

 

 

 

Se gostou, vai querer ler também: Micro Wedding vs Mini Wedding

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.